Depois de 116 dias (quase 4 meses) hoje o projeto foi aprovado na prefeitura !!!!

O processo começou no dia 10/07/2015, quando foi dada entrada no processo de construção de uma nova residencia tipo sobrado na Prefeitura de Tremembé – SP. É uma coisa “simples” kkkkkk…. é só você levar 6 vias do projeto simplificado assinado junto com a ART, mais 4 formulários devidamente preenchidos e assinados… Pelo começo já senti o nível da burocracia que iria enfrentar daqui pra frente.

Algumas semanas depois o primeiro contato… uma carta para comparecer na prefeitura. Isso mesmo uma carta de papel. “Existem pendencias em seu projeto”. Bom, a pendência era simples, tive que pagar uma taxa pois depois de transferir o terreno para meu nome eu não avisei a prefeitura em até 30 dias… O legal é que ninguém avisa que tem que fazer isso, eu já tinha ido no cartório e pago um monte de taxas, por que eles não fazem isso direto… bom… vamos lá… banco, paga, volta, apresenta comprovante… O projeto agora vai ser encaminhado para a engenharia…

Mais algumas semanas depois o primeiro “COMUNIQUE-SE”… isso é quando a prefeitura tem dúvidas sobre o projeto e pede para você esclarecer… Na verdade é quando eles não aprovam seu projeto. Aqui  começa a saga…

Itens do Comunique-se:

  • Trocar o nome do Projeto: “Construção de uma residência tipo Sobrado” para “Construção de uma residência Assobradada”
  • Colocar nas notas: “Será reservado no mínimo 10% do terreno para área permeável”

Leva para o Arquiteto, ele imprime novamente 6 vias do projeto e entrega na Prefeitura… Algumas semanas mais tarde novo Comunique-se.

Itens do Comunique-se

  • Recuo mínimo da casa. (Deixa eu explicar um pouco isso. O terreno é de esquina, uma curva. A pessoa não aplicou a Concordância entre recuos)
  • Faltou uma medida. (Lembrando que o projeto está em escala)

Leva para o Arquiteto, ele imprime novamente 6 vias do projeto e entrega na Prefeitura… Algumas semanas mais tarde novo Comunique-se. E esse eu achei um abuso. Com o projeto estava tudo certo (menos mal), mais a Guia (Sargeta) estava desenhada errada.

 

Bom por sorte era só isso, imprime novamente 6 vias e 3 semanas depois o Projeto foi aprovado. Agora é só pagar mais duas taxas que minhas plantas seriam devidamente carimbadas e liberadas !!!

Mais uma vez tenho que agradecer o arquiteto que nos ajudou em todo esse processo com a maior paciência.

5 comments

  • Pingback: Minha Casa Container Que tal acompanhar a montagem de uma casa container ao vivo? - Minha Casa Container

  • João Paulo

    Olá! Como você utilizou um container, gostaria de saber se foi necessária a apresentação da documentação do mesmo para aprovação do projeto? Documento de Nacionalização? Nota Fiscal? Algo do tipo? Agradeço antecipadamente. Atenciosamente, João Paulo

    Responder
    • Guia Casa Container

      Olá João,

      Na aprovação da prefeitura não foi solicitada nenhuma informação. Nós pedimos os documentos do container no momento da compra deles para garantir que eles estavam legalmente no Brasil. Isso tudo a Delta Containers nos ajudou bastante. Depois que eles chegaram que tinha toda a papelada que eu descobri que existem muuuuiiiittoos containers que não são legalizados… A imagem que fiz foi comprando tijolo de carga roubada… Enfim… nós não tivemos problema algum e a prefeitura também não solicitou nada.

      Responder
  • Zélio Ferreira

    O arquiteto deveria já saber dos recuos mínimos de 1,50 metros ….

    Responder
    • Guia Casa Container

      Olá Zélio,

      Sim… foi o que ele fez… o problema no recuo na frente da casa por que a esquina é curva. Como você pode ver na foto, tem 4,5m

      Responder

Deixe uma resposta